18 setembro 2007

A Biblioteca da M. I


Já não é novidade que adoro livros infantis. E até já vos falei destes que ofereci à M. pelo aniversário. Agora quero falar deles mais pormenorizadamente pois acho que merecem.
Comprei estes três por contarem as lições que precisam de maior insistência para que a M. as absorva plenamente: "O Rato Renato Não Quer Dormir", "O Rato Renato Não Quer Comer" e "O Rato Renato Porta-se Mal".

A Mãe Ratinha é muito parecida comigo e penso que com qualquer mãe que precise enfrentar diariamente um filhote com personalidade bem marcada e forte como o Renato. Nisso ele é igualzinho à M.! A única diferença é que, como ele é fictício, acata mais rapidamente as lições de vida que a mamã lhe transmite. Mas é muito perspineta tal como ela.
Estes são preciosos auxiliares para fazer a M. entender que precisa comer, dormir e portar-se melhorzito. Assim ela vê que eu não sou a única que a "chateia" com estas questões. Qualquer dia, não me admiro nada que ela chegue à conclusão de que "as mães são todas iguais" neste ponto.
Os livros são muito bonitos, esteticamente falando, e respeitam um código de cores, que não sei se é propositado, mas se for parece-me muito bem conseguído: amarelo torrado (de queijo e algumas sopas cremosas), azul escuro (como a noite) e vermelho forte (como a fúria estampada nas bochechas durante uma birra). As ilustrações são muito bonitas e coloridas, o que faz de cada página um regalo para a vista dos pequenotes. Com estes livros não acontece a M. querer passar logo para a próxima página por a actual não ter desenho.
No interior da capa e contracapa, cada livro tem imagens da própria história num fundo da cor dominante.

Nota bibliográfica:
Livros das Edições Asa. Texto Original de Anna Casalis e ilustrações de Marco Campanella.

10 comentários:

nova biju disse...

oi!
vim agradecer o tua visita e tb ver as novidades, vai passando por lá!
bjs
rute, nova biju

Cakau disse...

Quando era pequenita, adorava essas histórias. Por acaso aprendi muito com os personagens fictícios. Às vezes até os tornava reais lol Acho que todas as crianças aprendem com essas histórinhas! :D Bjinhos!

P.S. Ainda nem me tinha apercebido que não te tinha adicionado no Faz de Conta! Já adicionei :) *

* birrinhas * disse...

Como disses-te no post do 'Sons do Faz de conta', também sou completamente contra a certs desenhos animados e afins com cores berrantes e a impingirem certas coisas aos miudos pequenos, porque assim os miúdos não criam gosto próprio, e acontece que os miúdos crescem de volta daquilo que lhe impigiram (n sei se isto se escreve assim =/)
e torna-se uma geração de morangos com açúcar da vida real. Eu vejo pelos meus primos e pelo meu afilhado. E vou fazer uma revelação aqui bastante forte, Não suporto o Noddy, para mim era completamente banido.. eu gostava quando era pequena mas agora é tudo 3D com cores berrantes que até fazem doer os olhos. O que é feito dos desenhinhos feitos à mão? Das três irmãs (que eu sempre gostei, porque no fim das cassetes ensinava a fazer os desenhos das bonequinhas), dos três mosqueteiros, da Rua Sésamo, daquele do coelhinho (acho que era o pedrinho) e tantos outros? Sei que ainda dá ou pelo menos dava, a Rua Sésamo, até bem pouco tempo, mas quantas crianças a vêm?
E os bons desenhos animados mais recentes como o Ruca (adoro o Ruca acho mesmo lindo,um dia quando tiver filhos quero que ainda dê o Ruca lol). O primeiro livrinho que dei ao meu afilhado era "O Ruca tem medo do escuro", ou assim, sinceramente não tenho a certeza, mas era relacionado com o medo que os miúdos têm do escuro. Achei engraçado. Ah e já que tou em protesto, também não gosto de livros de colorir que "obrigam" os miúdos a pintar igual ao desenho que eles fizeram já pintado (e que geralmente os miúdos nunca pintam). Para mim eles coloriam tudo ao gosto deles, os livros eram imprimidos apenas com os desenhos e assim era também uma forma de os mais pequenos aprenderem a conjugar cores por eles prórpios sem lhes "prender" a imaginação.
Mas como nem tudo são coisas más, Gosto de plasticina, comprei um conjuntinho para o meu afilhado, com todas as cores para ele brincar e fazer muita javardice. =D É o seu primeiro conjuntinho de plasticina, vamos ver como corre. Decidi comprar-lhe porque ele também teve a brincar com o fimo. lol

Bem , estiquei-me um bocadinho a comentar...(por acaso deixei este comentário para último porque já sabia que ia dar nisto...lol)

Beijinhos Grandes Para ti *** =D

* birrinhas * disse...

Ah é verdade o rato renato também me parece ser muito giro...por acaso, não conhecia, agora vou estar mais atenta. =D

Desculpa ter-te roubado tanto espaço. lol

Mais uma vez beijinhos e desta para a M. também que ela também merece. =D

APO disse...

Obrigada à meninas que comentaram e em resposta à Andreia (birrinhas) não quero cá desculpas de comentários longos! Eu gosto! Não tens nada que te desculpar!
Quanto às "TrÊs irmãs" penso que estás a falar daquelas trigémeas francesas que andam sempre às voltas com a bruxa má não é? "Um dois três, somos trigé-é-mias, uma dois três..." não sei mais! São estas não são? Acho super interessante que tenham aulas de desenho no final das cassetes. Eu não conheço e nem sei se há em DVD, mas seria interessante.
A Rua Sésamo dá na 2: de manhã (uma nova versão) e a antiga anda de novo à venda em fascículos daqueles que ficam carérrimos se fizermos a colecção toda. Da última vez que saiu comecei a fazer a colecção à M., mas acabei por parar ao 8º volume, pois ainda faltavam imensos. A M. Adora. Também será um dos posts sobre a Biblioteca/Vidioteca da M.. Agora como te disse há uma nova versao com alguns dos personagens antigos e outros novos que ela tb gosta muito e à a Ilha das Cores (tb na 2:) com objectivos tb educativos e até tem alguns sketches da Rua Sésamo antiga. Dá de manhã enquanto ela se prepara para a escola.
Ao Ruca perdi-lhe o rasto. Sei que dava na 2: mas penso que já não dá, passou para o Panda mas tb nunca mais o vi. Mas há em DVD para comprar. Apaixonei-me de caras pelo Ruca mal o vi pela primeira vez, era a M. bem pequerrucha e fartei-me de desabafar com o maridao, que nunca mais o editavam em DVD. Até andei à caça de clips de vídeo na net, dele em inglês e em francês, porque em português tá quieto, nunca se acha nada, só se forem os brasileiros a pôr! ;-) Por fim lá apareceu à venda, mas não há para alugar nos vídeo clubes.
E agora os livros de colorir. Se quiseres oferecer ao teu afilhado há desses todos a preto e branco (sem sugestões de cor) nos "300" e alguns chineses. São iguais e muito mais baratos que nos hiper. Como a M. é muito preguiçosa para colorir tenho estimulá-la de vez em quando com imagens dos personagens favoritos dela que se encontram em variadíssimos sites prontinhos para imprimir. Mas normalmente nem isso resulta. LOL
E agora, como vÊs tb eu te dediquei um imenso comentário! ;-)
bjinhos

* birrinhas * disse...

=D e eu gostei muito de ler, porque concordo muito com certas visões que tens das coisas, em relação a desenhos animados de crianças e etc. é no que concordo mais, porque vejo pelo meu afilhado, é o exemplo que tenho mais próximo, uma vez que o meu irmão já é mais crescidinho quer é consola..lol E os desenhos animados das três irmãs é mesmo esse, e o mais engraçado é que eles vão buscar montes de histórias tradicionais. Como no shrek em que aparece o lobo mau, os trÊs porquinhos, o gato das botas...(Sou fã incondicional do shrek e ver filmes que ache realmente bons de miúdos sou pior que muitas crianças bem bebés...lol)
E quanto aos livrinhos vou procurar, para ele porque quero que o meu puto tenha muita imaginação! =D

Beijinhos Grandes***

bonecos e tintas disse...

Obrigada pela dica.
Vou procurar estes livros, acho que me vão ajudar pois também tenho por aqui uma pequena com muita personalidade, que nesta idade se expressa precisamente no "não quero comer", não "quero dormir" e ainda no "não quero tomar banho", as suas preocupações na vida!
Beijos!

Lenita disse...

Olá, "Apo"! Muito obrigada pelo simpático comentário!!...Pelo que pude perceber do teu blog, o assunto "histórias infantis" interessa-te mesmo!! Tenho escrito histórias muito com base em incentivos de terceiros, pois sinto-me sempre muito insatisfeita com a minha escrita... isso sempre foi assim. No meu blog são apenas pequenas amostritas da imensidão de coisas que escrevo... eu ando sempre a escrever... :-P Agora, estou a tentar escrever mesmo algo com pés e cabeça para, quem sabe, alguém, algum dia, se lhe apetecer, vir a editar... entretanto, estás à vontade para passar pelo meu blog e encomendar uma historinha para a tua princesa, se te apetecer! Eu acho que a tua menina, como outras que eu conheço, têm sorte em terem mães tão prendadas que fazem coisinhas tão lindas e sobretudo, que se preocupam tanto com elas e as acompanham tanto... parabéns pelos teus blogs e pelos teus maravilhosos trabalhos!!

Ah, e já agora... dizes que escreves histórias para a tua pequenita... e que tal se me fizesses concorrência com um blog de histórias infantis?? ;-P Fica a sugestão!

APO (Bem-Trapilho) disse...

Ohhh Lenita, quantos elogios! ... Muito obrigada!
Quanto à tua sugestão, não é nada que eu não tenha já pensado fazer um blog mais virado para a escrita. O meu marido passa a vida a matraquear-me a cabeça a dizer o mesmo. E tb foi ele o responsável pelo nascimento deste blog. Quem sabe um dia!...

E a propósito deste post: o Rato Renato tem feito muito sucesso no infantário da M.. Já todos os meninos o conhecem e identificam-se muito com ele!

Anónimo disse...

J'ai appris des choses interessantes grace a vous, et vous m'avez aide a resoudre un probleme, merci.

- Daniel

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin