15 novembro 2007

continuação # continuation

... E como as conversas são como as cerejas (vai ser engraçado traduzir isto! ;oP) não consegui parar no final do post anterior. A propósito desse poema de Alberto Caeiro lembrei-me de outro que encontrei aqui dito novamente pela Elisa Lucinda em entrevista ao Jô Soares e ouvindo com atenção, reparem como tem a ver com este meu outro post (quando falo que só encontro as coisas quando já não as procuro). Estou a sentir uma incrível sensação de que não há coincidências! Mais à frente na entrevista, Elisa diz um outro poema, este de sua autoria, que eu já conhecia de um concerto da Ana Carolina, e que vale muito a pena ouvir. É um importante recado sobre corrupção, não só para o povo brasileiro mas para o "povo" do Mundo.

Fiquem com um momento muito bonito de Ana Carolina e Seu Jorge (mais uma "cereja" na conversa):
Have this beautifull moment by Ana Carolina with Seu Jorge (one more "cherry" in this conversation):


E agora para algo completamente diferente!!!... (Onde é que eu já ouvi isto? He he he...)
Quero agradecer mais dois galardões que me foram atribuídos pela Elisabeth (Thinking Blogger Award) e pela Marja (Arty Blogger Award). Só por curiosidade, esta última menina mora nos nossos antípodas (Nova Zelândia). Este alcance que a Internet tem fascina-me completamente!

English version:
... And because talking is like cherries (we can never take just one out of the basket! ;oP) I was unable to stop at the end of the previous post. That Alberto Caeiro's poem reminded me of another one I found mentioned in here again by Elisa Lucinda in a Jô Soares interview and listening carefully, notices as it relates to my other post (when I say that only find thing when I stop looking). I'm feeling an incredible sensation that that aren't such things as coincidences! Ahead in the interview, Elisa says another poem, this one of her own, that I already knew of an Ana Carolina's concert, and that is worth a lot of attenction. It is an important message about corruption, not only for the Brazilian people but for the "people" of the world.

And now for something completely different!!!... (Where have I heard this before? He he he...)
I want to thank two more awards which have been given to me by Elisabeth (Thinking Blogger Award) and Marja (Arty Blogger Award). Just as a note, this last girl lives in our diametrically opposed country (New Zealand). This power that the Internet has enchanted me completely!

7 comentários:

Elisabeth disse...

Olá!

Passa no meu blog...miminho para ti!!!

Beijocas

Elisabeth

Belém disse...

É sempre bom ler um blog com bom feeling.

david santos disse...

Por favor!
Ajuda a que se fa�a Justi�a a Fl�via. Se �s um ser com sentimentos, ajuda!
Eu jamais invadirei teu blogue, garanto! Mas ajuda.
Repara bem: eu, tu, seja quem for, tem nosso pai, nossa m�e, nosso irm�o ou irm� ao longo de 10 anos em coma, que vida ser� a nossa?
Se n�o tivermos a solidariedade de algu�m com sentimentos, que ser� de n�s?

TEMPO SEM VENTO

Ah, maldito! Tempo,
Que me vais matando,
Com o tempo.
A mim, que n�o me vendi.
Se fosses como o vento,
Que vai passando,
Mas vendo,
Mostrava-te o que j� vi.

Mas tu n�o queres ver,
Eu sei!
Contudo, vais ferindo
E remoendo,
Como quem sabe morder,
Mas ainda n�o acabei
Nem de ti estou fugindo,
Atr�s dos que v�o correndo.

Se � isso que tu queres,
Ir matando,
Escondendo e abafando,
N�o fazendo como o vento:
Poder fazer e n�o veres
Aqueles que vais levando,
Mas a mim? Nem com o tempo!

Cor de Mel disse...

Mais uma dica e um post preciosíssimo e que até dá gosto de ver e ouvir.
Adoro este cantinho com tão bom feeling...
Agora que já te cansei bastante, vou andando.
Beijinhos e bom fim de semana,
Lia.

Márcia Padilha disse...

Olá •*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•
*´¨) Bom dia
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•Que hoje e sempre Deus ilumine a sua vida
lhe dando, paz, sabedoria, amor, etc, etc .........
•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•Beijos no seu ♥ !!!

Képia disse...

Olha Apo, sem Comentários...

Esta musica não precisa comentários.

Simples!!! letra simples, melodia e harmonia do mais simples que há. E como tudo o que é simples é divinalmente bonito. Tal como outras 56788999 mil musicas brasileiras.

para quÊ complicar?????

Bjocas e parabéns pelo bom gosto.

helena

Sónia disse...

Tens razão... esta versão também é fantástica!!
Tem mesmo um bom feeling :)
Bjs e uma boa semana para ti

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin