26 outubro 2010

disto e daquilo outra vez

M.nês
(ou linguagem própria da M.)

A M. cresce mas continua a dizer verdadeiras "pérolas" volta e meia! :)
Desta vez foi "trolobitas". Alguém sabe o que quer dizer? Ela agora já se sabe explicar por outras palavras e, por isso, não foi difícil precebê-la. Mas vou fazer aqui um joguinho para que vocês tentem adivinhar. Deixem sugestões nos comentários.

ajudem-me a encontrar resposta, pleasssseeee!

Agora outra questão que me preocupa de momento:

Alguém sabe da existência em Portugal de lares para terceira idade ao estilo do visto na novela brasileira da Globo "A Armadilha" ("Cama de Gato")?

O ideal de humanidade e qualidade de vida para os idosos seria ter um lugar, quase um hotel, onde se sentissem bem, onde pudessem ter acompanhamento a qualquer hora do dia e onde tivessem amigos e actividades adequadas. Há quem ainda não esteja em "fase terminal", ou seja, num estado decrépito, mas que gostasse de ter um sítio onde pudesse viver acompanhado, com alegria e cuidados adequados. A ideia seria fugir ao isolamento que fatalmente se sente mesmo quando se está em casa de familiares, onde se passa o dia inteiro sozinho, à espera da noite, quando chegam todos a casa mas quando não há tempo nem disponibilidade para desfrutar da companhia uns dos outros. O ideal seria ter um lugar onde se passasse a semana e viesse passar o fim-de-semana a casa da família.

Fico com a ideia de que em Portugal, mesmo pagando, estes sítios não existem. Os idosos são internados compulsivamente em lares onde deambulam entre o quarto, mesa e sofá, onde olham para o lado e só vêem alguém ainda mais deprimido do que ele, com quem não apetece falar porque já não se tem resistência para ouvir mais desgraças. Então ficam ali parados a olhar para o ecrã da televisão, onde se ouvem outras histórias terríveis, ou ficam drogados para não darem tanto trabalho aos funcionários do lar e assim esperam que a morte os venha buscar, desejando a cada dia que passa que isso aconteça o mais depressa possível, pois assim ninguém consegue ter gosto em viver.

Vi recentemente num noticiário na televisão, uns lares nalgum país nórdico, onde a vida é uma alegria. Pelo que percebi, lá esses lares não são a excepção, são a normalidade e nem sequem saem caros aos utentes, mas essa seria outra conversa em comparação com a realidade portuguesa. As pessoas sonham ir para um lar destes, assim que se reformam, porque a partir daí é que é gozar a vida que lhes resta. Têm médico por perto (o que dá sempre jeito, porque nestas idades começam a aparecer as doenças), não precisam de se preocupar com a lida da casa, alimentação, etc.. Só precisam de ter vontade de fazer tudo o que lhes apeteça para se divertirem. E esta vontade não falta quando as pessoas se sentem felizes.

Agradeço que, se alguém conhecer lares assim em Portugal, me diga.


excelente ideia

E, para terminar, e desanuviar o feeling, cá está mais uma excelente ideia para mandar maçã no lanche das crianças.
Assim não oxida e já está cortadinha, pronta para comer. Brilhante, não acham?
Encontrei a ideia no Peixinhos no Sótão (originária daqui) e já não é a primeira vez que vos falo desse blog, pois está sempre recheado de grande ideias e actividades para os mais pequenos.


28 comentários:

Ana Maria Braga disse...

Olá, bem interessante os cortes da maçã.
Vindo aqui conhecer o seu blog.
Aproveito para te desejar uma ótima noite. Beijos

Chica disse...

Legal essa maçã assim. E quanto aos lares, aqui no Brasil também não é que tenham tantos e os melhores só PAGANDO MUIIIIIIIIIIIIIIIIIITO...beijos,chica

Luísa disse...

Olá :) Quanto à situação do Lar da Terceira Idade, vi na televisão uma boa quantidade de idosos super felizes (e via-se que o stavam) porque viviam num Lar excelente e cheio de condições. Pelo que li em rodapés e ouvi, aquilo é uma verdadeira aldeia (portanto deduzo que além de enorme, esteja cheio de recursos à volta que os ajude a sentirem-se livres). Onde é? não sei mas existe em portugal :F

Beijo

Joanita disse...

A M. queria dizer troglodita, acertei?

Kiss!

Tomines hjem disse...

hi there and thank you for your very nice comment.. ♥

i do have translate on my page, if you like to use... then you will understand my everyday blabber...

enjoy life ♥♥♥

hugs from Norway.

Bela disse...

Olá!! Vi seu doce comentário lá no Chá de Baunilha e vim conhecer vc! Adorei seu espaço aqui e venho sempre lhe visitar!! Adorei o corte da maçã:o))
Beijos grandes!!! Bela.

Vento nos S@lgueiros disse...

Olá!

Desculpa, mas não posso ajudar. Felizmente ou infelizmente, não tenho muita experiência em matéria de lares de 3ª idade. Os poucos que visitei são mesmo assim como descreveste: pequenos, tristes, depósitos de velhinhos:(

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
hummm...espero poder ajudar...
a minha sogra está para sair de um lar de 3ª idade, para abrir um com a parceria de uma amiga.
se não houver nada em contrário a abertura será já em Novembro...na Baixa da Banheira.
mas é para algum familiar ou conhecido teu?!
quanto ao pormenor da maçã vi no outro dia lá no Peixinhos.
fica bem,jinhos***

Saraarte disse...

Olá, obrigado pelo comentário, mas não te posso ajudar

Bjinhos e continuação de boa semana

Carla disse...

Oi linda, em relação á questão dos lares, pelo que tenho ouvido dizer existe aqui perto de mim, em Palmela um com caracteristicas muito boas mas o preço é aquela conta.De qualquer forma, a maneira de ser e estar do português é responsavel por os lares serem lugares sombrios e muito tristes, nós temos a responsabilidade de mudar estes sitios mas para isso temos que mudar a nossa atitude perante o idoso. Noutros paises , esta figura é altamente respeitada e em Portugal é altamente desrespeitada e dai a construção de sitios degradantes como são a maior parte dos lares e a aceitação por parte das familias das condições em que deixam lá os seus familiares. Beijão linda

Carolina Bernardo disse...

Olá!
Deixei um comentário no meu blog (http://acarolinabernardo.blogspot.com/) acerca dos lares que conheço. Passe por lá (está como comentário ao seu comentário).

Um beijinho
Carolina

MIUÍKA disse...

Minha querida amiga,muito obrigada pela tua visita ao meu blog,gostei muito,quanto á pergunta que me fazes,infelizmente não te posso ajudar,pelo que oiço e tu também é que os lares sejam eles como forem são incomportáveis para a maioria dos portugueses e mesmo assim corre-se imensos riscos,como verificamos muitas vezes nas notícias que vêm a lume,em que os idosos sofrem horrores,isso assusta-me muito,pela idade que tenho,como deves calcular,aconselho-te a fazeres uma pesquiza na Google,pode ser que saibas mais.
Para ti amiga tudo de bom,com um beijinho...Miuíka

Mena disse...

Olá!
Em relação a lares, aqui existe um que é uma espécie de hotel, com piscina, ginásio, cabeleireiro, massagista, médico e enfermeiro... Os utentes têm o seu quarto ou suite e outros espaços comuns. O preço podes imaginar, mas quando passo por lá perto, as pessoas parecem felizes.
Bj
Mena

Joana e Sofia disse...

O meu Pedro leva uma peça de fruta para comer a meio da manhã mas se eu lhe a cortasse assim ía ter um problema com o elástico é que ía sair disparate e eu era logo chamada á escola rsrsr leva-a lavadinha e embrulhada em papel de cozinha foi a melhor opção que arranjei.

Quanto a lares funcionam bem os que são da classe rica em Portugal os outros coitados e a maior parte das vezes as pessoas até estão amarradas para não sairem dos sítios onde estão.

Beijocas
Sofia

Miss Val's Creations disse...

I hope you are able to find a place in Portugal where the eldery can enjoy life. In the USA we have something similar to what the Nordic Countries have. They are called assisted living where the elderly live independantly and have social lives, but with help when they need it.

O Sonho d@ Bubulet@ disse...

Olá minha querida,
Por mais que pense no assunto tens toda a razão e por mais que me recorde de saber de algum, nada me vem à memória! Será que em Portugal existem realmente esses Lares! Hotéis para quem faz parte da nossa memória como indivíduos e como sociedade!
É triste não é?
Beijinhos enormes

ananda disse...

Olá querida!

Gostei muito do teu texto e concordo inteiramente com o que dizes sobre os lares. No entanto, essa é uma realidade que eu não conheço muito. Sò conheço alguns maus exemplos...

Só mais uma coisinha, acho que um lar assim também deve ser bastante caro. não?

Beijinhos e boa sorte!

Rosa Goncalves disse...

Oi amiga , que lindos trabalhos que gracinha, você tem o seu blog com trabalhos muito lindos, os meus parabéns amiga, Deus a proteja e lhe dei tudo de bom para você e família, jinhossssssss e obrigada, Rosa

Locas disse...

Oi amiga
Obrigada pela visita.
Quanto aos lares, os que eu conheço, são realmente um bocadinho tristes. Não que tenham más condições, mas a alegria das pessoas também não se vê.
para ali estão, coitados.
Mas esta semana vi na televisão que existe um no Algarve, onde os "velhotes" estão felizes, pois não é um lar tradicional, mas sim uma aldeia de casinhas independentes onde há um cabeleireiro, um refeitório, uma biblioteca, etc, etc e onde ainda cada um pode fazer uma hortinha ou uma jardim.
Pareceu-me nastante interessante, e a lista de utentes priviligia os mais desfavorecidos. Portanto não deve ser caro.

Obrigada por te teres lembrado de mim

Beijinhos
Locas.....

Cidinha disse...

Amiga,desculpe a demora em retribuir tua tão simpática visita...adorei demais tua presença!E este teu cantinho cheio de trabalhos e posts muito legais e interessantes! parabéns pela verstilidade e dinamismo!

beijinhos
Cidinha

ஜ♥_Sabrith_♥ஜ disse...

Bem complexo o tema de lar para a terceira idade... muitos idosos ficam no abandono de asilos
Acho que só quem tem uma boa condição financeira pode se dar ao luxo de ficar em uma casa de repouso.
Beijos

ஜ♥_Sabrith_♥ஜ disse...

Bem complexo o tema de lar para a terceira idade... muitos idosos ficam no abandono de asilos
Acho que só quem tem uma boa condição financeira pode se dar ao luxo de ficar em uma casa de repouso.
Beijos

ஜ♥_Sabrith_♥ஜ disse...

Bem complexo o tema de lar para a terceira idade... muitos idosos ficam no abandono de asilos
Acho que só quem tem uma boa condição financeira pode se dar ao luxo de ficar em uma casa de repouso.
Beijos

Chic e Bela disse...

Olá,
estava a passar para ver as novidade e encontrei o teu cantinho.
Parabéns.
Bjinhos.

Ratinho disse...

Olá!
O Ratinho é um bebé que nasceu com uma doença muito muito rara, a Lisencefalia, e tem um prognóstico de vida muito complicado e curto.
O Ratinho precisa de ajuda para melhorar a sua qualidade de vida enquanto ainda está connosco. Por isso temos um blog http://cerebro-liso-lisencefalia.blogspot.com onde contamos a sua história.
Visita-nos e ajuda participando no sorteio do Cabaz de Natal ou no nosso Leilão. Também temos um blog com material para artes decorativas.
Por favor, divulga a história do Ratinho e da sua luta e, no que puderes, contribui.
Qualquer esclarecimento estamos totalmente disponíveis.

Mamã do Ratinho (Patrícia)

guida disse...

Olá Ana Paula!
Obrigada pela visita e pelos comentários sempre amorosoa.
Olha venho responder ao teu apelo de lares!
Sabes eu ando novamente nessa onda...a minha mãe está a ir-se abaixo e está a ser muito complicado, pois está a passar-se da cabeça e nem está bem ao pé de mim nem em lado nenhum... de lares nem falar-lhe...
Quanto a lares no nosso país eu pessoalmente tenho más experiências, mas já pensando na minha mãe guardei um folheto que me deram que se chama : Farol do Tempo. ´E na Quinta do Castelo-Lau em Palmela. Pelo que leio deve sr 5*****O pior é pagar uma coisas destas...mas todos deveríamos ter direito, não é? Mas parece que só os vigaristas é que se safam no nosso país, quem vive do ordenado só tem direito ás chatices...
Aqui em Cebeço Verde também há um que me parece ser bom. Esteve lá o pai de um colega meu que dizia maravilhas, mas eu nunca lá entrei.
E é tudo o que sei. Na internet talvez apareçam mais.Mas haja dinheiro, já sabes...Beijinhos

Mary disse...

Olá Ana...
Vim agradecer a tua visita, és sempre bem vinda....sobre a tua questão dos lares, não posso ajudar, sobre as placas chamam de isopor no brasil, aqui não sei o nome, e já me disseram que algumas lojas de artes decorativas as vendem..não sei é quais,eu tenho usado nos meus trabalhos de uma que faz tempo uma amiga brasileira me deu..
bjs

gatapreta artesanato disse...

Olá Paula!
Obrigada pelo comentário!
Em resposta à questão, não tenho grande conhecimento de lares... Os que oiço falar são sempre assim meio deprimentes... Quando o meu avô ficou acamado também tentámos que não tivesse que ir para um lar por essas razões.

Beijnhos
Cláudia

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin