10 março 2010

romances infantis

Hoje, dia de contar a histórinha na Hora do Conto da Biblioteca, trago-vos duas histórias maravilhosas. Depois mostro mais das ilustrações do meu conto.



Foram as duas escritas pela Margarida Rebelo Pinto e ilustradas pela Carla Nazareth.
A primeira Chama-se "A Rapariga de Perdeu o Coração" e começa de forma bonita e sonhadora, depressa descambando para o drama. Eu ainda não li estas histórias à M., li-as primeiro para mim. Lembro-me de ter pensado, à medida que lia este livro: "-Eu não lhe vou ler isto! Está a ficar tão negro que não sei onde isto vai parar. Vou mas é esperar que ela tenha mais idade e leia por ela própria, numa altura em que já consiga digerir melhor todos estes sentimentos.". Mas depois pensei melhor. Se calhar é melhor que seja eu a explicar-lhe estes sentimentos menos cor-de-rosa que o ser humano, em particular as crianças, sentem por vezes. Mas tanta conversa e ainda não vos expliquei de que sentimentos tão negros estou eu para aqui a falar. Trata-se de uma tristeza muito profunda, causada pela separação dos pais, tão profunda ao ponto da menina da história pedir para que lhe tirem o coração. Imaginem! Eu já estava com medo de assistir a um suicídio ali à minha frente, escarrapachadinho nas páginas do livro. Ainda por cima, de uma criança! Isto traz-me à memória o caso recente do menino do Rio Tua, o Leandro com apenas 12 anos, mas isso é outra conversa, também ela muitíssimo séria, apenas não para aqui chamada. A menina desta história, como eu estava a dizer, passa pela separação dos pais e sofre imenso com isso. Mas vai deixando a vida passar por ela, até que no desfecho da história, [e é aqui que a Margarida (autora) é realmente fantástica - nos finais que inventa para as suas histórias - coisa que não aconteceu com o livro de que vos falei anteontem (a história é linda mas o final parece-me um tanto despachado, remetendo para o leitor a imaginação que faltou à autora para a finalizar)], a autora agarra todos os pormenores da história, cada um mais bonito que o outro, e remata-os numa linda história de amor. É um texto escrito certamente a pensar em tantas crianças (especialmente meninas, pois trata-se de um romance bem forte) que vivem a separação dos pais, o desmoronar do seu mundo em idades muito precoces. Este livro lembra-lhes que pode haver vida para além daquele desmoronar. E acima de tudo, escolhi este livro para vos mostrar, porque ameiiii a história de amor e todos os seus pormenores. Sou uma romântica! O que posso eu fazer? ;)
E as ilustrações?! Podem ver algumas aqui em baixo. Não são maravilhosas? Eu adorei-as também.
Outro pormenor de que eu gosto particularmente nesta e na próxima história é a caracterização das raparigas sempre muito pro-activas, decididas e inteligentes. Neste caso, além disso se perceber na personalidade da menina, também se percebe no perfil de rapaz que ela escolheu para amar: "um rapaz (...) com a cabeça cheia de caracóis por fora e de ideias por dentro". Ela não queria simplesmente um miúdo giro, tinha que ter ideias também. :)





"Gugui, O Dragão Azul" é a história de um dragão e uma princesa que não gostava de ser princesa, preferia mil vezes ser ela própria (bonita, culta, viajada, inteligente e divertida) mas sem o rótulo da realeza. Mais uma vez a personagem feminina é toda emancipada e luta contra o seu destino de "princesa". É um conto de fadas que se transporta para a vida real. Mais uma vez a Margarida fez um belo final. Termina com a frase chave desta história: "a nobreza está na alma".



Referências Bibliográficas:
- A Rapariga que Perdeu o Coração, de Margarida Rebelo Pinto, com ilustrações de Carla Nazareth, Oficina do Livro , 2007.
- Gugui, O Dragão Azul, de Margarida Rebelo Pinto, com ilustrações de Carla Nazareth, Pais & Filhos , 2007.

5 comentários:

Joana disse...

Obrigada pela partilha!
Beijo.

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
gostei destes post´s....de muitas histórias e verdades á mistura.
fiquem bem,jinhos***

Francisco Martins disse...

Lindíssimas as ilustrações! apetece-me comprar só para poder olhar para elas!! Adoro ilust. infantil!

Mónica disse...

Ohh, adoro todos estos contos com maravilha de ilustraçoes :) obrigadinha por partilhar, no meu próssimo viagem a Portugal vou levar uma mala gigante :D
beijinhos

Anónimo disse...

Greetings im new on this board i hope i can help and contribute here because iv learned allot myself.

Thanks

[URL=http://www.mydjspace.net][B]dj remix[/B][/URL]

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin