29 março 2010

escrito na cara



A pedido da M., para complementar um artigo que estamos a preparar no blog dela, cá está mais um post sobre livros infantis:

Histórias Escritas na Cara
Cada avó é um livro de contos

Ela lembrou-se desta história a propósito da história que estava a inventar para uma das suas mini-mascotes.



Adoro este livro! Aliás, adoramos! É de uma ternura imensa. Gosto muito desta autora (Isabel Zambujal) e a ilustradora (Madalena Ghira) também não poderia ter sido melhor escolhida.
Era uma vez uma avó que contava historias à sua neta, com um espelho no colo. As histórias eram as da sua vida e estavam escritas não num livro, mas na sua própria cara. Rugas, cicatrizes, sinais, eram marcas que tinham muito que contar. Umas, lembranças bonitas, outras nem tanto. Mas todas suas. Nalgumas punha creme, para que permanecessem serenas. Noutras não, porque não queria que desaparececem da sua lembrança. E até a netinha aprendeu que há rugas que não queremos que desapareçam. Em vez de lhe pormos creme damos-lhe um nome, para recordarmos a bela história de que foi testemunha.
Vejam um pouco, só para aguçar o apetite:



E depois diz coisas do género: "(...) pé de pobre não tem número. E pobre não troca de roupa, a roupa é que troca de pobre." Uma verdadeira delícia!



Referência Bibliográfica:
"Histórias Escritas na Cara"
Texto - Isabel Zambujal
Ilustrações - Madalena Ghira
Oficina do Livro, 2008.

1 comentário:

ana carina disse...

Belíssimas ilustrações!

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin