22 outubro 2007

Onde estava você há 10 anos atrás? # Where were you 10 years ago?


Já devia resposta a este desafio da Mara do "Berliques da Luna" há algum tempo. Desculpa a demora Mara, mas só agora tive tempo para ir valculhar o passado a ver o que andava eu a fazer há 10 anos atrás! Como deves imaginar, mal me lembro o que jantei ontem, quanto mais o que fazia há 10 anos! Então resolvi ir à procura nos álbuns de fotos alguma pista. Encontrei estas fotos que me dão uma ideia do que eu vivi nessa época.
Vamos lá às respostas então:

O que estavas a fazer a 10 anos atrás?
Há 10 anos estava muito ruiva, com uma cabelão pelo meio das costas, que me dava um trabalhão imenso, mas andava muito feliz, porque começava a dar os primeiros passos no jornalismo. Ainda com o nome de solteira, assinava os meus textos e fotos num pequeno jornal regional, naquele matacão (computador) da Idade da Pedra, que podem ver nas imagens. Foi provavelmente a época da minha vida em que me senti mais realizada e viva! E tenho muitas muitas saudades daquele idealismo irracional e inexplicável, que me fazia andar atrás de cadáveres explodidos num carro na Marateca (perto de Setúbal), sequiosa por uma boa foto que daria capa na certa; andar com 38,5ºC de febre e cara alegre na Quinta da Bacalhoa a aturar uns quantos políticos e colunáveis; suportar o cheio pestilento dos "cadáveres mortos" (impagável expressão de um jornalista o DN da altura) de umas ovelhas numa herdade qualquer, deslocação essa que me rendeu umas fotos fabulosas do leitão mais fotogénico que alguma vez conheci e pelo qual me apaixonei; andar 3 km debaixo de chuva intensa (onde a minha maior preocupação era proteger a minha preciosa Nikon carrérima) e sem luz alguma, para chegar ao acidente de um camião que transportava substâncias tóxicas e inflamáveis (por isso é que não fui de carro, pois a estrada estava cortada num raio de segurança alargado) e sabendo de antemão que com aquela chuva e a escuridão da noite as fotos não iriam ficar nada de proveitoso;... entre tantas outras situações só compensadas pela adrenalina que me injectavam directamente na veia, pois o ordenado era pior que miserável! Mas era feliz, muito feliz e, ao contrário do que se costuma dizer, eu tinha consciência disso! Dormia pouco, acordava rabugenta, mas vivia muito!... Ahhh, e os espectáculos que via "à pala" da profissão? Dança, teatro, concertos... e conhecia mil pessoas, muitas delas deveras interessantes!
O que estavas a fazer o ano passado?
Lá vou eu novamente vasculhar as fotos! Estava certamente ansiosa porque a minha sementinha tinha entrado há poucos dias para o infantário e a adaptação tem sempre os seus percalços. De resto levava a mesma vidinha de agora, sem emprego aqui por casa e ainda sem blogues.
5 Snacks que eu gosto?
Sou de petiscos! Adoro enchidos, sejam eles alentejanos, transmontanos, serranos,... que venham! Mas como snack o que adoro mesmo são ovos mexidos, de preferência com chouriço, fiambre, queijo, cebola, cogumelos, uma pinga de leite, e sei lá, tudo o que me apetecer pôr lá para dentro. E como-os assim, sem acompanhamento, mesmo à gulodice!... :)
5 Musicas que eu conheço a letra de cor?
Conheço de tantas... Vou seleccionar mais pelos interpretes. Sei de cor muitas das músicas da Anastasia, da Pink e da Alanis Morissette, as antiguinhas do Bryan Adams que decorei ainda teenager por volta de 1985/86 e que não mais esqueci, ainda hoje se preciso for, sou capaz de cantar de cabo a rabo "Kids Wanna Rock", que é das menos conhecidas do "Reckless", que ainda hoje me dá "aquela energia" fabulosa do mais puro rock. Mais... ahann... (isto sou eu a puxar pelos pirolitos) Já só falta uma, não é? Então vou escolher uma letra linda que me faz sonhar e me reporta para "O Principezinho" em bom, que é "Soprar Estrelas" dos Anjos. Só o título já é pura poesia!
5 Coisas que faria se fosse milionária?
Tinha certamente que criar uma fundação solidária com várias causas. Seria uma prioridade.
Depois teria muitos mais filhos, inclusive poderiam ser adoptados.
Teria empregados para fazerem tudo o que é necessário e que eu odeio.
Viajaria imenso!
E teria uma escola de artes (representação, música, dança, belas artes...) para todas as idades, com cursos pró profissionalização e pró amadorismo.
5 Coisas que eu gosto de fazer?
Ouvir música, mais música e mais música! A toda a hora, em todo o lado, com todos os estados de espírito. E cantarolar muito!
Ouvir música ao vivo (nem que seja aquele desconhecido de viola na mão, num qualquer bar minúsculo no meio da parvalheira). Ao vivo é outra coisa!!!
Blogar!
Escrever e também ler.
Desenhar e criar em geral.
5 Coisas que nunca voltaria a vestir?
Não sei se há alguma coisa que eu me recuse terminantemente a vestir novamente. Mas talvez aquelas calças com elástico para prender por baixo do pé, que sempre abominei e me trazem à lembrança umas modas muito estranhas e uns cabelos muito pirosos, lá pelos finais dos 80's início dos 90's. E mais não sei, porque eu gosto de muitos estilos de roupa diferentes e de diferentes épocas. Não costumo vestir fatos de treino, embora também goste de estilo desportivo, mas fato de treino assumido e completo não!
5 Brinquedos que eu gosto?
Brinquedos acho que gosto de quase todos, mesmo os supostamente violentos eu sempre adorei! Lembro pelos meus 5 anos, o quão feliz fiquei ao receber a pistola de brincar que o meu pai me trouxe depois de uma viagem, que tanto eu tinha pedido! Ele nem queria, pois era um revolver daqueles que parecem mesmo reais e depois porque eu era uma menina e não era suposto uma menina gostar dessas coisas. Mas eu passei também a fase de aspirar vir a ser mulher polícia, portanto... compreende-se!...

E terminaram as perguntas do desafio. Agora é que vão ser elas para a tradução!!!

Ahhh, e uma nota final para agradecer à Elisabeth do "Miminhos da Beth" o anel da amizade que me ofereceu.

English Version:
I owed the answer to this challenge to Mara of "Berliques da Luna" for some time. Sorry for the delay Mara, but only now I had time to go search the past to see what was I doing 10 years ago! I found this photos that gave me an idea of what I lived at that time.
Let's answer then:

What was I doing 10 years ago?
10 years ago I was very red, with a big hair down my back, which gave me an immense work, but I was very very happy, because I was beginning to take the first steps in journalism. It was probably the time of my life where I felt more fullfiled and alive! And I miss that inexplicable and irrational idealism, that made me ran after a car with exploded corpses in Marateca (near Setúbal), praying for a good picture that would do the front page; Walk with 38,5 ° C fever and a happy face in Quinta da Bacalhoa to cope few politicians; smell the disgusting smell of the "dead bodies" (unaffordable expression of a journalist at the time of the DN) of a lot of sheep at a farm; a 3 km's walk under intense rain (where my biggest concern was protecting my precious and very expensive Nikon) and without any light, to reach to the accident in which a truck carrying toxic and flammable substances (that is why I did not drive there, because the road was cut in a broad range of security) and knowing beforehand that with the rain and the darkness of the night the pictures would not be beneficial for nothing; ... Among many other situations only tolerable for the adrenaline it gave directly into the vein, as the payment was worse than miserable! But I was happy, very happy and, contrary to what they say, I was aware of it! Didn't sleep enough, awoke indisposed but lived very much! ... Ahhh, and the shows I saw because of the profession? Dance, theater, concerts ... And I met thousand of people, many of them so interesting!
What we was I doing last year?
There I go again peruse the photos! I was certainly anxious because my litlle seed had entered the kindergarden a few days ago and the adaptation it's always difficult. Besides carrying the same life of now, no job, here at home and still without blogs.
Five Snacks I like?
As snack what love is mashed eggs, preferably with ham, cheese, onion, mushrooms, an inch of milk... and everythingin there. :)
5 music letters that I know by heart?
I know so many ... I will make a selection mostly because of the interpreters. Many of the songs by Anastasia, Pink and Alanis Morissette, the oldies of Bryan Adams that I learned still as a teenager around 1985/86 and didn't forget, even today if necessary, I am able to sing every word of "Kids Want to Rock", which is one of the least known song of "Reckless", which still gives me "that energy" of the most fabulous and pure rock'n'roll. More ... Ahann ... I'm only lacking one, right? Then I choose a beautiful letter that makes me dream and remember "The Little Prince", which is "Soprar Estrelas" (Blowing Stars) by Anjos. Even the title is pure poetry!
5 Things that I would make if I were a millionaire?
I'd surely create a foundation of solidarity with several causes. It would be a priority.
After that I'd have many more children, could be adopted.
Employees to do everything that is necessary and that I hate.
I'd travel a lot!
And I'd have a school of arts (actors, music, dance, fine arts ...) for all ages.
Five things I like to do?
Listening to music, more music and more music! All the time, everywhere, in every state of mind. And sing much!
Listening to live music. Live is better! ! !
Blogging!
Write and read.
Drawing and creating in general.
Five Things that never again wear?
I do not know if there is anything that I strictly refuse to wear again. But perhaps those pants with elastic to hold underneath the foot, which I've always hated and bring me back to some very strange hairstyles, by the end of the 80's and early 90's. And I don't usually wear training suits, but I also like the sports style.
5 Toys I like?
I think I like almost everyone, even the allegedly violent I always loved! I remember by the age of 5, how happy I was to receive a toy pistol, which my father brought me after a trip, that I had asked! He didn't want, because it was one of those pistols thar resemble the authentic ones and then because I was a girl and was not supposed that a girl liked these things.

And finished the questions of the challenge. Now the translation! ! !

Ahhh, and a final note to thank Elisabeth of "Miminhos da Beth" the ring of friendship that she offered me.

13 comentários:

Képia disse...

Sabes IPO gosto muito de blogs por que gosto muito desta partilha de identidades e emoções e vivências, que por vezes nos tornam proximas umas das outras, por haver muitas coisas com as quais nos identificamos. Esse desafio foi deveras interessante...

gostei muito de ler e fiquei a perceber de onde te vem o jeito para a escrita...
Sabes que um dos meus mil e novecentos sonhos, ser jornalista era o primeiro. Ainda fui ao Porto fazer testes para a escola superior de jornalismo e fiquei em 1º Suplente e não desistiu ninguem lololol.... Mas foi o destino que não quis , provavelmente foi isso, porque desde os 8 anos que estudava musica e embora fosse sempre uma segunda escolha acabou por ser memso aquilo que me levou a ganhar a vida. Desde essa idade até hoje. Comecei a dar aulas muito cedo aqui e ali, a depois de fazer a licenciatura comecei a fazer mesmo só isso e sempre sempre a estudar ao mesmo tempo. porque quem estuda musica nunca acaba...

bjinho

Helena

Képia disse...

eheheh... Claro que quero que me desafies, mas n�o sei se ser� preciso ser pelo blog, (S� se for para n�o parecer intrusa lol :) :)).

Olha estudei 8 anos de Acorde�o,6 anos de Violino, 3 de Piano, 2 de canto. E �s vezes o que calha para desenrascar eheheh... J� actuei muitas vezes, at� porque no conservat�rio somos obrigados a fazer audi�es publicas para sermos avaliados, o que me acarretava sempre uma carrada gigante de nervos e at� subir para o palco muitas vezes l� tinha que recorrer ao lexotan . Mas depois de l� estar passava tudo. Mas ainda hoje sou assim. Nas aulas � frente dos alunos toco e canto e dan�o e fa�o o pino se for preciso mas se os amigos ou at� a familia me pedem para tocar ou cantar fico logo com os nervos...:Z
Que pena n�o teres seguido , se gostas tanto de musica � uma pena... mas ainda est�s a tempo, sabes que tenho uns amigos que come�aram agora a aprender e andam radiantes... Eu j� tinha lido por a� algures no teu blog que gostas muito de musica :)Os meus filhos saem ao pai lolol n�o t�m l� grande apet�ncia para a coisa, para grande pena minha, mas a minha filha de oito anos anda no conservat�rio a estudar Obo� porque gosta muito, mas acho que n�o vai ser a escolha da vida dela nem de longe nem de perto... A ver vamos nessas coisas tb n�o gosto de for�ar.

Obrigada pelo convite ao desafio. Um beijinho

Helena

Steffi disse...

Very interesting and great post!Nice to read!

Steffi ;O)

Cakau disse...

Quanta coisa ficamos a saber com post's como este :) É um prazer descobrir-te :) *

Cor de Mel disse...

Adorei ler este texto, pois fiquei a conhecer-te um pouco melhor. É bom conhecer, ainda que virtualmente, pessoas como tu, cultas, inteligentes, bonitas (sim, aquelas fotos estão lindas!!!), enfim...
OBRIGADA por este momento!
Beijinhos, Lia.

Célia Jordão Alves disse...

Não tenho comentado, mas tenho lido tudo com muita atenção. Desculpa não te corresponder da mesma forma aos comentários alongados e construtivos que fazes no meu blog. Melhores dias virão... Hei-de ter mais tempo para tudo o que quero fazer. Pambém partilho de alguns dos teus sonhos, como os ligados à solidariedae e às artes. Deixo-te os parabéns pelo teu positivismo e os votos de muitas felicidades.
beijinhos

APO (Bem-Trapilho) disse...

Obrigada a todas pela paciência de me lerem! Confesso que achei que ninguém iria ler este post! Admito que é uma brutalidade o tamanho dele (apesar de metade ser a tradução). Vocês surpreenderam-me pela positiva!
:))) (isto sou eu toda feliz!) LOL

Blog do Atelier da Jô disse...

Bemmmmm, miga.
Acho que vou imprimir pra ler a caminho do trabalho e logo a tarde deixo aqui o comentário, estou ansiosa mas agora to atrasada.
Até
Jokitas

Rute disse...

Oi, Passei só p deixar um hello, mas n resisti a ler, como sempre, bem escrito!
Beijinhos e continuação de boa semana.

Blog do Atelier da Jô disse...

Olá miga,
Obrigada pela atenção, a minha mão já ta a melhorar apesar de ainda não ter conseguido ir a médica...
Sabe,a Nina, não sei se tem a ver com aqueles desenhos, mas a verdade é que eu adoro aquele tipo de desenho, por acaso são dos meus preferidos em termos de ilustração.
Mas até parece que tens mesmo feeling pra estas coisas loOl.
Quanto a ser louca, isso só um bocadito e as vezes, não é sempre. E também não é tudo que imprimo pra ler, só coisas que realmente me interessam e que a ansiedade é tanta que não da pra esperar chegar a casa.
E valeu muito a pena, não te preocupes com ser ecologica que eu imprimo sempre em rascunho e geralmente no verso de alguma outra folha que já utilizei e também não é agora toda gente que levo pra ler os ditos no caminho pro trabalho né...hihihi
Adorei ler este bocadinho da tua vida, saber as tuas aventuras e alguns dos teus gostos, ver em letras aquilo que és em sentimento. Acho que também faria muitas das coisas que dizes aqui, como por exemplo: ter muitos mais filhos, inclusive adoptados, o que já ando a pensar faz um bom tempo...E ter uma escola de artes, mas no meu caso fazia essa como uma especie de fundação solidária, por exemplo...
Gosto de ler as coisas que dizes, as tuas postagens, os teus comentários, é bom lê-los,alegra a gente.
Partilhar não é fácil, mas sem querer acabamos por nos dar um bocadinho as pessoas que gostamos.
Esta curiosidade que temos de saber dos outros, muitas vezes dá-se pelo afecto que sentimos por elas mesmo sem as conhecer.
E gostei muito de te ver nas fotos, mesmo que antigas, estavas lindíssima...Ah tempo bom que não volta mais, mas são substituídos por outros como esses da M no post cá de cima...
Parabéns pela força, pela beleza, pela inteligência, por se dar a conhecer, pela linda filha, pela vida que ainda tens dentro de ti e por tudo de bom que ainda tens pra dar a esse mundo muitas vezes cruel.

Um beijinhos muuuuito grande do tamanho do teu coração.

Elisabeth disse...

Gosto muito de vir ao teu blog por causa dos teus trabalhinhos e do teu talento para escrever...tenho pena de nao ter jeito nenhum para escrever :P
Foi a 1ª vez que vi alguém responder a este desafio assim...lindo

Muitas beijocas

Elisabeth

Elisabeth disse...

Já me ia esquecendo...obrigada pela divulgaçao :)))

Beijocas

Elisabeth

APO (Bem-Trapilho) disse...

Meninas, não me façam chorar... mais!
Pareço uma tontinha de lágrima no olho em frente ao ecrã!! Acham normal???...
MUITOOOO OBRIGADAAAA a todas!
bjo do tamanho do universo, lindas!
:)

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin