15 junho 2007

Vivemos em liberdade?!...


De há uns tempos para cá, eu e o H. (o maridão) temos discutido inúmeras vezes a falta de liberdade crescente no mundo e particularmente no nosso pequeno mundinho. De facto, um pouco por todo o lado e particularmente (e descaradamente) na imprensa em geral, isso é gritante! Até parece que Portugal não viveu outro tipo de regime há bem pouco tempo!
Sinto que a democracia está mais precária a cada dia que passa. É só estar um pouco atento e ver que, nomeadamente em Portugal, já há censura em todo o lado. Criam-se novas ideias feitas (sem se saber ao certo por quem), verdades incontestáveis nos média a toda a hora e ai de quem as contestar! Eu que não vivi no antigo regime fico pasma com os milhares que viveram e não se apercebem que todos os dias mais um pouco de liberdade se perde. É claro que Portugal não está sozinho nesta matéria. De facto o mundo inteiro está a passar por isso mesmo, quer se trate do real quer do virtual.

Apesar de me andar a aperceber desta realidade há imenso tempo, também não é menos verdade que ainda não me tinha lembrado de falar nisso aqui. Talvez por este blog se chamar "Bom feeling...". Mas se queremos encarar o futuro com bom feeling, se calar é melhor começarmos a reflectir mais sobre estas questões e, ainda mais importante, não contribuirmos nós próprios para a censura. Mas a verdade é que me lembrei de abordar este tema aqui por "culpa" da ervilha cor de rosa. Andava eu ontem no meu passeio habitual pelos meus sítios favoritos na net e não pude deixar de concordar em número e grau com o post da Rosa. Transcrevo aqui um trecho do mesmo:

«No Flickr (...) foram recentemente introduzidos mecanismos de censura moral (chamam-se content filters) que rotulam como unsafe as imagens produzidas por muitos utilizadores e impedem muitos outros de lhes acederem (f your Yahoo! ID is based in Singapore, Germany, Hong Kong or Korea you will only be able to view safe content based on your local Terms of Service). As reacções já se fazem ouvir.
No site Save the Internet faz-se campanha pela preservação da neutralidade da rede face aos interesses das grandes companhias telefónicas (aquelas a quem pagamos o acesso à internet), que têm na mão - não o esqueçamos - o poder de tornar determinados sites mais rápidos ou mais lentos e mesmo o de impedir (para não falar em monitorizar) o nosso acesso a qualquer tipo de conteúdo.»

É realmente preocupante! Cada vez mais necessitamos reger-nos pela máxima:

"Posso não concordar com nada do que dizes mas vou debater-me ferozmente pela liberdade de o poderes dizer."


2 comentários:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

alice disse...

Estou contigo!! E de que maneira!

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin